Home / Notícias Publicadas / Hospital Carlos Chagas pode parar, caso não haja acordo

Hospital Carlos Chagas pode parar, caso não haja acordo

IMG-20150624-WA0020Os profissionais do Hospital Carlos Chagas, em Itabira, ameaçam paralisação, no próximo mês, caso não chegue em acordo com a Fundação Funcesi sobre reajuste salarial. Uma última reunião acontecerá no dia 03, junto com o Ministério do Trabalho, para tentar fechar o acordo coletivo.

A Funcesi é a fundação mantenedora do hospital, mas o repasse vem junto à Prefeitura, que afirma estar sem recursos para tal pagamento. Para o diretor do Sintrasaúde-MG, Leonardo Maia, a obrigação do repasse vem da Funcesi, já que ela é a responsável pelo reajuste, e não a Prefeitura.

O sindicato está em busca de reajuste salarial de 12%, cesta básica, plano de saúde, redução da jornada de trabalho para 30 horas, cumprimento da NR32 e insalubridade em todos os setores. Caso não chegue a um acordo a paralisação deve acontecer nos dias 06 e 07 de julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *