Home / Imprensa / Superintendência de Minas Gerais promove evento para os trabalhadores

Superintendência de Minas Gerais promove evento para os trabalhadores

A Superintendência Regional do Trabalho de Minas Gerais promove, entre os dias 4 de 6 de maio, a Festa do Trabalhador e da Trabalhadora, em comemoração ao Dia Mundial do Trabalho, celebrado em 1º de maio. Dentre as atividades oferecidas, os participantes poderão conferir produtos realizados por empreendimentos da Economia Solidária.

Durante os três dias de evento, será oferecido o serviço de emissão de Carteiras de Trabalho. Além disso, uma equipe de auditores-fiscais do Trabalho realizará plantão de atendimento para esclarecer dúvidas e fornecer orientações sobre direitos trabalhistas à população. “É um momento especial, em que os trabalhadores poderão conferir os produtos de empreendedores solidários de Belo Horizonte e ainda ter acesso aos serviços ofertados pela SRT/MG. Esperamos que nesses dias o público usufrua de momentos de integração e lazer”, ressalta o superintendente regional do Trabalho em Minas Gerais, João Carlos Gontijo de Amorim.

A exposição contará com 70 empreendedores da Região Metropolitana de Belo Horizonte que atuam com a Economia Solidária e dela tiram seu sustento. A expectativa da organização do evento é receber cerca de 3 mil pessoas. Na programação constam atrações culturais como a Banda da Polícia Militar de Minas Gerais, Coletivo Mundicá e atividades de lazer para crianças.

Para a chefe da Seção de Economia Solidária da SRTE/MG, Fabíola Castro, a realização do evento é também uma homenagem aos artesãos. “O momento é excelente para valorizar essas trabalhadoras e trabalhadores que se organizam de forma a humanizar o trabalho em si, a respeitar as questões de gênero, igualdade e cuidados com o meio ambiente, que muitas vezes passam invisíveis à sociedade.”

O que é Economia Solidária?
A Economia Solidária é uma política pública de geração de trabalho e renda que tem como princípios a cooperação, a autogestão, a ação econômica e a solidariedade. Reúne iniciativas econômicas que atuam na realização de atividades de produção de bens e de serviços, distribuição, consumo e finanças e, geralmente, são organizadas em cooperativas, associações, empresas recuperadas por trabalhadores em regime de autogestão, grupos solidários, redes de cooperação em cadeias produtivas e arranjos econômicos locais ou setoriais, bancos comunitários de desenvolvimento e fundos rotativos.

A construção do evento é uma das ações previstas no I Plano Nacional de Economia Solidária, voltado para a promoção do direito de produzir e viver de forma associativa e sustentável. Para Fabíola, o escoamento da produção é parte fundamental do Plano. “Resultados favoráveis obtidos no processo da comercialização dos produtos proporcionam qualidade de vida aos empreendedores solidários e fortalecem o Movimento Popular da Economia Solidária”, avalia ela, ao lembrar que a iniciativa vai beneficiar cerca de 250 famílias.

 

Confira a programação completa:

Dia 4 de maio (quinta-feira)
10h30 – Apresentação da Banda da Polícia Militar
10h às 15h – Rua de Lazer do Sesc
14h30 – Meninas de Sinhá

Dia 5 de maio (sexta-feira)
12h – Capoeira Angoleiro Mestre João
14h – Coletivo Mundicá

Dia 06 de maio (Sábado)
8h – Associação Cultural Odum Orixás
12h – Fanfarra do Caic de Sabará

Local: Quarteirão fechado da Rua Tamoios, nº 596, Centro – BH (em frente à sede da Superintendência Regional do Trabalho em Minas Gerais).

Fonte: MTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *