Home / Imprensa / Centrais protestam contra juros altos em São Paulo

Centrais protestam contra juros altos em São Paulo

24377-dsc_2674“O País precisa de uma política econômica que leve em conta a distribuição de renda”, declarou hoje (dia 25), o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, Juruna, ao encerrar o ato das centrais sindicais realizado em frente o Banco Central, em São Paulo, contra os juros altos.

“Somos pelo emprego, contra a recessão”, diz Juruna, destacando que hoje o País enfrenta recessão, desemprego, juros altos, as empresas concedendo férias coletivas, demitindo e fechando suas portas. Para Juruna é preciso mudar a política econômica e estimular os investimentos, a produção e o consumo.

Jorge Carlos Morais, Arakem, secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos SP, afirmou que o ato mostra a indignação dos trabalhadores contra   os juros altos e o desemprego, com o País andando em marcha ré.

José Braz Fofão, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André, ressaltou que o Copom precisa baixar os juros para que o os investimentos sejam direcionados para a produção. “Hoje estamos passando por um dos períodos mais difíceis da nossa história, com demissão em massa no ABC, em São Paulo e várias cidades do País”, ressaltou.

Já Josinaldo José de Barros, Cabeça, vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos, repudiou a atual política econômica que está errada e acaba com o emprego e a produção.

“Vemos diariamente na periferia, trabalhadores de cabeça baixa procurando emprego. Só lembro desta situação na década de 80”, afirmou Roberto Sargento, diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de SP.

Fonte: Força Sindical

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *